Hoje vamos falar de mulher (Hélia Gecy Sebben)

Outro dia fiquei indignada. Recebi um e-mail, que falava que haviam encontrado uma redução de 45% nos acidentes de trânsito graças a um novo Cinto de Segurança que foi descoberto. Como sou profissional da área de segurança, e sou MULHER, fiquei curiosa, imaginando como seria esse EPI. Para minha surpresa e INDIGNAÇÃO, o tal cinto de segurança era normal, só que tinha mais uma volta que alcançava exatamente a boca da mulher. Esse e-mail trouxe uma mensagem derradeira e negativa. Insinuava que se a mulher ficasse quieta, sentada ao lado de um homem (supostamente marido, namorado, rolo, amigo ou colega), .. enquanto esse dirigia, com a boca fechada e estando a mulher, IMPEDIDA de falar, o dito homem não se distrairia e, desta forma, restava reduzida a condição insegura que provocaria um Acidente de Trânsito. Que mau gosto! No momento, pensei em deletar o e-mail. Por favor, isso é pra lá de Machista! Porém, não o deletei, pensando exatamente que aquele “horror” poderia servir para uma análise mais profunda.

Que idéia infeliz teve quem montou aquele e-mail. Como se atualmente ainda fosse possível calar uma mulher… Ora, isso é subestimar a capacidade da mulher de nossos dias.

A mulher de hoje, não é mais a mulher muda, quieta ou submissa, nem mesmo estando impedida de falar. Veja bem, não quero parecer feminista, apenas, chamar a atenção para a realidade de nossos dias.

A Mulher de hoje, é uma mulher… inteligente, dócil, sensual, participativa, determinada, tem iniciativa própria portanto, é independente.

Contudo, a mulher galgou essa posição e ganhou respeito, graças à sua capacidade de adaptar-se às situações mais imprevistas possíveis, isso, sem perder a feminilidade… pois, tem competência, autocontrole e preparo para ser uma doçura quando deveria ser áspera… corajosa quando todos a tomariam por frágil e uma guerreira quando indignada.

A mulher é um poço de luz, paciência e amor, na condição de mãe. É sedutora, quando apaixonada. É competente quando desafiada. A mulher de nossos dias, definitivamente não é mais aquela mulher que sugere a mensagem do e-mail, ou seja.. uma mulher… controlada pelo homem, pelo simples fato de que ela não aceita mais essa condição.

Ela se libertou, graças à sua inserção no mercado de trabalho, exigindo dela esforços sobre humanos para manter-se sempre linda, inteligente e conseguir permanecer no lugar de destaque que… sempre foi seu!

A mulher de hoje é a mulher que ganha o mundo com sua coragem, que supera desafios com sua inteligência, que une razão e emoção com uma habilidade inexplicável.

Bem colegas, amigas, almejo .. que todas as mulheres sintam-se assim… poderosas, amadas, lindas, desejadas e respeitadas todos os dias, não somente no dia Internacional da Mulher.

Penso que consegui falar-lhes de nossas dificuldades, indignação e expectativas. Um super Abraço a todas as Mulheres, no Dia Internacional da Mulher.

Com amor!

Hélia Gecy Sebben Pós-Graduanda em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas, graduada em Direito pela Universidade de Caxias do Sul (UCS) e graduada em Administração de Recursos Humanos pela Universidade Luterana do Brasil (ULBRA). Atualmente desempenha as funções de Técnica de Segurança do Trabalho, Supervisora Administrativa / Financeira e RH e Coordenadora da Qualidade na Metalúrgica Vitória Ltda.

Para retornar ao post central “Dia Internacional da Mulher, mais do que comemorar, devemos refletir!”, clique neste link.

Leave a Comment

Please note: Comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.