Logo-Qualiblog-2012-bco

O blog do Ronaldo Costa Rodrigues, o famoso Qualiblog mudou de endereço na WEB, finalmente se instalando em um domínio próprio! Agora o Qualiblog é um WeBlog!

CapturarEste é o novo caminho: www.qualiblog.com.br.

Para que possamos aproveitar ao máximo esta melhoria, o Ronaldo publicou um infográfico, para não possamos perder nada do que foi preparado para tornar a nossa navegação útil e interessante, clique aqui e aproveite este infográfico.

Sucesso para você, Ronaldo!

Categorias: 3-Gestão pela Qualidade, Blogosfera, Nossas Alianças Estratégicas, Posts de Hélio Rocha

size_460_grafico-redes-sociaisPreferida dos jovens executivos, ferramentas online também são usadas por 48% dos profissionais com mais de 40 anos.

São Paulo – Anúncios em jornal? TV? Ou o famoso QI? Que nada. A nova geração de executivos prefere as redes sociais na hora de procurar um novo emprego.

É o que revela pesquisa da consultoria Michael Page divulgada nesta terça-feira (26/04/11). Segundo o levantamento, 65% dos profissionais com idade entre 26 e 30 anos preferem as redes sociais e os sites para procurar informações sobre oportunidades de carreira.

“A geração Y, na realidade, é um grupo que cresceu e vive de uma maneira dinâmica. E eles transferem esse ritmo para a procura por novos postos de trabalho”, afirma Sérgio Sabino, diretor de marketing da Michael Page para a América Latina.

Mas essa preferência não é exclusividade dos nascidos na década de 80. Dos participantes da pesquisa com mais de 40 anos, 48% afirmaram que usam as ferramentas online para encontrar novas opções de emprego.

No entanto, segundo o especialista, essa tendência muda de acordo com a senioridade do cargo assumido. Postos elevadíssimos, como diretoria executiva ou presidência, exigem mais discrição. E, nesses casos, a internet sai de cena.

É um jogo de sigilo para os dois lados – tanto para a empresa quanto para o candidato”, diz Sabino.

Agora, a ascensão da geração Y para o topo da hierarquia pode provocar uma reviravolta nessa lógica? O especialista arrisca o palpite de que não. “Esse é um momento delicado para se pensar em transição de carreira. Por isso, o universo de recrutamento é mais restrito”, diz.

Mesmo assim, ele pondera que apenas o tempo revelerá como o perfil das novas gerações alterará a maneira como que as empresas lidam com o recrutamento de alto escalão.

Categorias: 4-Gestão de Pessoas, Blogosfera, Buscando Talentos, Posts de Gislaine Angelim Barbosa, Retendo Talentos

Redes-Sociais-20090916113206Apartir desta semana, iremos publicar uma série de reportagens publicada pela Rádio Câmara, no qual abordou o fenômeno das redes sociais na internet e o grande sucesso das novas ferramentas virtuais no Brasil. Na primeira matéria da série, conheça o perfil dos usuários e saiba o que leva as pessoas a manter essas redes.

Clique aqui e escute a reportagem na íntegra, sendo que abaixo você poderá ler o resumo. Resumo da Reportagem: O brasileiro é o povo mais sociável da Internet. Oitenta por cento das pessoas conectadas no país têm perfil em sites de relacionamento como Orkut, Facebook, Twitter e mais recentemente no Linkedin. Leia mais clicando aqui »

Categorias: 1-Gestão Estratégica, 4-Gestão de Pessoas, Blogosfera, Buscando Talentos, Buscando clientes, Posts de Hélio Rocha, Tendências

Capturar

O nosso aliado, o Qualiblog fez 3 anos de aniversário no dia 21 de setembro! (clique aqui)

E para participar desta festa, que muito nos orgulha, resolvemos presentear os seus visitantes com presentes da nossa empresa. Distribuímos produtos de Diagnóstico e Consultoria à Distancia para os premiados!

Hoje, domingo, o Qualiblog divulgou a lista dos visitantes que foram premiados, sendo que os que receberão os nossos produtos são os seguintes:

Leia mais clicando aqui »

Categorias: 1-Gestão Estratégica, 3-Gestão pela Qualidade, 4-Gestão de Pessoas, Blogosfera, Buscando clientes, Dica de "Website", Gestão Ambiental, Posts de Hélio Rocha

Recebemos, hoje, uma release de uma reportagem da Planeta Voluntários, a maior rede social de voluntários e ONGs do Brasil.

E se o nosso planeta Terra fosse reduzido a uma cidade pequena com 100 habitantes, qual seria a nossa posição neste pequeno mundo?

Fizemos questão de representar as distribuições em formato de gráficos com a finalidade de estimular a nossa consciência social para esta realidade em menor escala.

grafico 0grafico 1

Poderíamos refletir que:

  • Quando olha para o mundo nessa perspectiva, consegue perceber a real necessidade de solidariedade, compreensão e educação?
  • Esta manhã, se acordar com saúde, então é mais feliz do que 1 milhão de pessoas que não vão sobreviver até ao final da próxima semana.
  • Se nunca sofrer os efeitos da guerra, a solidão de uma cela, a agonia da tortura, ou fome, então é mais feliz do que outros 500 milhões de pessoas do mundo.
  • Se pode entrar numa igreja (ou Mesquita) sem medo de ser preso ou morto, é mais feliz do que outros 3 milhões de pessoas do mundo.
  • Se tem comida na geladeira, tem sapatos e roupa, tem uma cama e teto, é mais rico do que 75% das outras pessoas do mundo.
  • Se tem uma conta bancária, dinheiro na carteira e algumas moedas num moedeiro, pertence ao pequeno grupo de 8% de pessoas do mundo que estão bem na vida.

I-467-0250Se está lendo esta mensagem, é triplamente abençoado, pois:

  • Alguém lembrou-se de você.
  • Não faz parte do grupo de 780 milhões de pessoas que não sabem ler.
  • E tem um computador!
Categorias: Blogosfera, Dica de "Website", Momento de Reflexão, Posts de Hélio Rocha, Sustentabilidade, Voluntariado

Com tantos blogs e redes sociais por ai, não é tão fácil saber onde e quando alguém falou mal de um produto ou serviço – ainda mais se for de uma pequena ou média empresa pouco conhecida. A boa notícia é que existem diversos mecanismos gratuitos que ajudam no monitoramento. Eis alguns dos mais usados (clique nos hiperlinks).

  1. Google Alerts: rastreia, com base em alguns tópicos predefinidos, os grupos de discussão do Google. Possui versão em português e avisa os resultados por e-mail.
  2. Icerocket: busca menções em blogs, notícias, imagens. MySpace e Twitter. As respostas são organizadas em ordem cronológica, como o horário e a data dos posts.
  3. Social Mention: encontra um determinado termo em redes sociais. Fornece estatística como quantidade de citações e autores que publicaram um termo com mais frequência.
  4. BlogBlogs: vasculha mais de 200 000 títulos de blogs nacionais cadastrados no site e mantem um ranking dos blogs que recebem mais visitas e comentários dos internautas.
  5. Google Blogs Search: Seus resultados abrangem somente blogs – nacionais e estrangeiros. A pesquisa funciona de maneira idêntica ao Google tradicional – o que torna a ferramenta bastante fácil de usar.
  6. TweetBeep: Monitora o Twitter e envia alertas. Pode-se definir uma palavra-chave, escolher a periodicidade para receber os avisos e ainda ignorar tweets que contenham um termo específico.
Categorias: Blogosfera, Dica de "Website", Posts de Hélio Rocha

806122_post_it

Comparado com a era anterior, a industrial no qual o acesso as informações era restrito a um pequeno grupo de privilegiados, atualmente na era da informação, existe um excesso de informações!

As informações estão cada dia mais dinâmicas, são acessíveis a todos, são distribuídas de forma maciça, caótica. O desafio consiste em selecionar o que realmente é importante para o aprendizado – a diferença é saber aprender.

O que é aprender? Aprender é transformar sua maneira de SENTIR, PENSAR e AGIR; considerando que existe, pelo menos deveria existir uma seqüência lógica destes “três” elementos, ou seja, primeiro eu sinto, ou seja, percebo algo … logo em seguida em penso, ou seja, raciocino … e finalmente eu ajo, ou seja, eu tomo uma atitude!

Na categoria SENTIR estão nossas emoções e sentimentos. Uma pessoa pode ser ensinada a sentir inveja diante de outra que possua certa habilidade, característica ou um objetivo considerado de valor. Pode haver outra cultura, entretanto, que a posse dessa característica ou objeto não seja vista como invejável. Os modos de sentir podem mostrar-se inadequados e o indivíduo pode querer aprender outros modelos, mudando, portanto.

Na categoria PENSAR incluem-se suas idéias, visões de mundo, modelos (idealização sobre como as coisas são ou funcionam), conceitos, paradigmas. Por exemplo, você pode pensar algo sobre o consumidor: as pessoas nunca vão deixar de ir ao supermercado. Essa idéia pode revelar-se coerente ou não com a realidade. Nós adquirimos um conjunto de modos de pensar por meio dos relacionamentos familiares, sociais e da escola. Muitas vezes o mundo se transforma e não mudamos a maneira de vê-lo.

Na categoria AGIR estão nossos comportamentos, hábitos, condutas. Tudo isso tem relação com nossos pensamentos (PENSAR) e sentimentos (SENTIR)!

Além do excesso de informações, somam-se algumas “barreiras” ao aprendizado, tais como:

  • A resistência natural do indivíduo à mudança, que traz desconforto e medo;
  • O ambiente que segura qualquer tentativa de mudança – isto é, o medo de outros indivíduos que resistem à mudança e tentam enquadrar o mais ousado
  • A desinformação – o indivíduo não se expõe a novas informações e mantém modos limitados de sentir, pensar e agir por não ter confronto. Muitas vezes ele não descobre nem mesmo coisas que seriam boas para si mesmo
  • O ceticismo, que tem várias origens, até emocionais. Ele pode fazer que o mesmo indivíduo que está cercado pela tecnologia e se beneficia dela a cada minuto não acredite na ciência
  • O desinteresse, a falta de curiosidade, a desmotivação – que podem também ter várias origens.

O que podemos fazer para aproveitar ao máximo a “era da informação”?

Podemos:

  • Combater rigorosamente o comodismo e as respostas fáceis.
  • Em vez de ficar buscando loucamente informações dispersas, procure ler textos mais extensos (livros e bons artigos), que são fundamentais para a formação de conceitos que facilitarão e orientarão posteriormente a busca e assimilação das informações. Lembre-se de que não adianta ter muita informação se não soubermos utilizá-la.
  • Buscar sempre a informação, mesmo sem ter objetivos imediatos a atingir com ela.
  • Adquira a humildade dos sábios, que nunca acreditam que sabem tudo e sempre estão dispostos a ouvir mais e a dizer menos.
  • Valorizar as oportunidades de mudança: contatos, eventos, viagens, desafios.
  • Deixar a competitividade de lado, que ela não combina com uma atitude de busca do saber: em vez de tentar provar que você está certo ou que o outro está errado, entre numa linha de cooperação que todos aprenderão mais.
  • Deixar de lado os preconceitos – contra pessoas, correntes filosóficas ou religiosas, métodos, linhas de atuação.
Categorias: 5-Gestão da Segurança da Informação, Blogosfera, Momento de Reflexão, Políticas de Segurança da Informação, Posts de Hélio Rocha, Psicologia Organizacional

Em homenagem ao Dia do Cliente que será amanha, dia 15 de setembro, pelo menos em 120 municípios da Federação (Brasil), estamos disponibilizando em nosso WeBlog um novo “Canal de Comunicação” para com os nossos “visitantes” … o “Atendimento on-line via MSN”!

Pelas nossas estatísticas de acesso, estamos com uma média de cerca de 450 acessos por dia! Para nós isto nos “enche de orgulho”, mas principalmente de responsabilidades! Então resolvemos implementar esta “ferramenta”. Nosso aliado o Nícolas Müller (http://www.nmuller.net/) em conjunto com as orientações valiosas do Jonathan Lamim Antunes em seu post “Atendimento on-line via MSN no seu site” realizou este trabalho! Obrigado Nícolas, obrigado Jonathan!

Esperamos aumentar a proximidade com os nossos visitantes!

Hah, como utilizar este “atendimento on-line” em nosso WeBlog? Clique no ícone que encontra-se na lateral direita, logo abaixo no “quebra-cabeças”!

Categorias: Blogosfera, Buscando clientes, Nossos Clientes

Logo após eu entrar na “blogosfera”, o universo dos “blogs”, através da criação do nosso WeBlog, fiquei curioso, para não dizer ansioso, em ter a garantia que os “visitantes” iriam se manter fiéis aos nossos “posts”!

O profissional que nos auxiliou na criação do nosso WeBlog, Nicolas Muller, tinha a “solução”! Comentou-me que seria através dos “Feed RSS”! Meu Deus são muitas palavras / termos novos para mim … iniciante na “blogosfera”, às vezes já é difícil explicar o “qualitês” e o “isoês” para os nossos clientes!

Então sugeri, ao Nicolas, que elaborasse um “post” sobre esta “ferramenta”. Convido-os a ler o artigo, no qual o Nicolas aborda de forma clara e objetiva este assunto!

Categorias: Blogosfera, Nossas Alianças Estratégicas

Estamos recebendo diversos retornos dos nossos “visitantes”, através de e-mails contendo elogios, críticas e sugestões, ou seja, estamos recebendo “comentários”! Mas não da forma como gostaríamos, “como assim?!”, alguém poderia dizer diante desta nossa observação!

Acontece, que a “interação” mais adequada do “visitante” para com o “blogueiro” é através dos registros de “comentários”! Mas aonde existe este “canal de interação”? Não consigo identificar ou localizar no WeBlog da Simples Soluções!

Diante desta possível indagação, estou “postando” para informar aos “visitantes” de “primeira viagem” que a melhor interação é “clicando”, logo abaixo do título de cada “post” no link “No Coment” … ou “ 1 Coment”, conforme figura a seguir:

Também, apresento um texto que apresenta de uma forma inteligente, como utilizar esta “ferramenta” de “comentário”, sendo que localizei no “site” Jornal do Blogueiro, segue o texto:

Alguns dos melhores blogueiros que conheci foram através dos melhores comentários. Podem reparar bem: a maioria dos blogueiros que deixam um comentário inteligente no seu blog, possivelmente possuem um blog também inteligente. E, claro, já te disperta interesse!

Por isso, o quesito “comentário” também conta. Blogs que eu vejo apenas e tão somente fazendo comentários spam vão logo para a minha lista negra. Uma vez ou outra só falando do seu blog num post que não tem nada a ver com ele, vá lá… Mas,… sempre ? Recuso-me a indicar blogs assim, mesmo que tenha um bom conteúdo, porque blogar é também INTERAGIR. Prefiro indicar blogs menos conhecidos do que os já conhecidos, o que não quer dizer que não indique os conhecidos. Um comentário inteligente – ao contrário do que alguns blogueiros pensam – não é dar uma puxada de saco no dono do blog. Isso é o mesmo que dizer para uma garota: “Nossa, como você está bonita hoje! ” – pelo telefone! Um comentário inteligente é aquele que você faz relacionado com o post. Comentário inteligente é aquele que você não tem nada a dizer por desconhecer o assunto em questão, mas agradece a informação.

Logo, por favor, registrem suas críticas, elogios … comentário no link “coment”!

Categorias: Blogosfera

« Posts anteriores