CapturarA Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) acaba de lançar uma nova plataforma de comunicação on-line com a missão de estimular e apoiar as organizações para o desenvolvimento de sua gestão.

O objetivo do novo portal da FNQ (clique aqui) é tornar-se um centro de conhecimento, pautado pela colaboração dos usuários e pela disseminação de conteúdo sobre gestão e boas práticas empresariais.

Com a nova plataforma, a instituição reforça uma de suas missões, que é expandir o conhecimento para organizações de todos os portes e setores, sendo indispensável para que elas busquem a excelência e aumentem a sua competitividade.

Para ampliar a interação e participação do usuário no portal foram inseridas novas funcionalidades, que incentivam a sua participação, como a Pergunta da Semana, Enquetes, além da melhoria em diversas seções como a Comunidade de Boas Práticas, ferramenta em que profissionais e empresários de todas as áreas do conhecimento podem postar uma boa prática e auxiliar outros profissionais a melhorarem a gestão organizacional. Outra proposta é reconhecer os usuários mais ativos por meio de um sistema de pontuação, que atribuirá medalhas de acordo com o nível de colaboração com o portal.

O usuário ainda encontrará uma navegação mais simples e intuitiva, adequada às mais modernas plataformas, informações mais frequentes e interação com as redes sociais.


Categorias: 3-Gestão pela Qualidade, Dica de "Website", FNQ-Fundação Nacional da Qualidade, PGQP, Posts de Hélio Rocha, Quali Mato Grosso

CapturarDando continuidade ao assunto já publicado recentemente “Kit para Auditorias Internas” (clique aqui), o nosso parceiro, o Sr. Ronaldo Costa Rodrigues do weblog Qualiblog, no ano passado, publicou post, ofertando um “kit” para treinamento de auditores internos. Uma bela iniciativa deste nosso amigo!

Mas sempre é bom lembrar que para estes treinamentos é necessário o acompanhamento de um instrutor com qualificação em Lead Assessor, ou seja, Auditor Líder e experiência / vivência em realizações de auditoria internas e/ou externas.

Segue o link do post “Treinamento de auditor interno Qualiblog”:

http://www.qualiblog.com.br/pre-lancamento-treinamento-de-auditor-interno-qualiblog/

Categorias: 3-Gestão pela Qualidade, Dica de "Website", Dica de Aprendizado, Formação de Auditores Internos, ISO 19011, ISO 9001, Nossas Alianças Estratégicas, Posts de Hélio Rocha

Saiba passo a passo como colocar as coisas em ordem e diminua o stress!

Se já faz um bom tempo que você não vê sua mesa, prepare-se para reencontrá-la debaixo das pilhas de papel. O tempo dispensado vai depender do tamanho de sua mesa, da quantidade de papéis e de há quanto tempo você não vê sua superfície.

messy-desk (1)

  • Prepare sua missão.

Agende pelo menos quatro horas para a primeira metade da missão.

Quando o dia chegar vista roupas confortáveis, coloque sua música favorita para tocar e respire fundo.

  • Comece estabelecendo o que é útil no seu dia-a-dia.

Avalie o que realmente é útil para você no seu dia-a-dia.

Defina uma área no seu escritório para realizar o DESCARTE, ou seja, um local onde você irá colocar tudo o que esta sobre a sua mesa de trabalho. Tire tudo de cima e de dentro de sua mesa de trabalho e empilhe nesta área (DESCARTE).

Faça uma análise de cada um destes materiais: “eu realmente utilizo isto diariamente?” Se sim, depois vou organizá-lo sobre a minha mesa, se não, irei colocar depois em gavetas ou quem sabe em um armário próximo da minha mesa de trabalho.

Coloque identificações em cada material, por exemplo com post-it ou simplesmente faça quatro “montes”:

  1. o que vai ficar sobre a mesa;
  2. o que vai para as gavetas;
  3. o que vai para os armários, e;
  4. o que vai para o lixo!

Pegue um saco de lixo bem grande, sente-se no chão e comece a dispensar. Mais do que 80% dos papéis podem provavelmente ir para o lixo. As únicas coisas que você deve manter são papéis a respeito de seu atual projeto, o de referência legal futura. Separe os papéis dessas duas categorias em duas pilhas atrás de você. Jogue fora também catálogos, revistas e jornais velhos.

Estabeleça um intervalo antes de continuar.

  • Realizando a limpeza.

Limpe a mesa de trabalho com desinfetante e passe um lustra-móveis até que ela pareça nova

  • Realizando a organização.

Saia para espairecer por pelo menos uma hora, aproveite para comprar suprimentos como um bloco de papel, um porta-lápis e caneta, um arquivo vertical – a não ser que tenha uma gaveta de arquivo – para arquivar papéis que utiliza todos os dias. Não se esqueça das etiquetas e de um porta-disquete e CD-ROM se você ainda não os tiver.

Ao voltar comece a reorganizar as coisas que você manteve.

Categorize e organize os arquivos diários nas novas pastas.

Etiquete tudo de forma que fique claro para você o conteúdo de cada pasta.

Para os documentos e papéis que não são usados com frequência, coloque em seu gabinete de arquivos, se já tiver um. Se não tiver, guarde-os em uma cesta e aprenda a organizar um sistema de arquivos em matérias disponíveis no nosso portal.

Organize sua mesa de trabalho.

Coloque o telefone de volta sobre a mesa. Se você é canhoto deixe o telefone do lado direito de sua mesa e vice-versa, assim você pode falar ao telefone e escrever ao mesmo tempo. O bloco de papel que acabou de comprar deve ficar próximo ao telefone.

Coloque suprimentos dentro de seu porta-lápis e caneta. Lembre-se de eliminar canetas que não funcionam e toquinhos de lápis.

Separadores para serem colocados dentro de gavetas mantêm seus itens em ordem e no lugar certo.

Se você tiver espaço para os materiais de escritório em sua mesa, separe uma gaveta para eles, se não os coloque em um armário específico. Sua agenda agora tem espaço em sua mesa.

Apenas os papéis relacionados ao seu projeto atual podem ficar em sua mesa.

Deixe uma lixeira para papéis próxima a sua mesa. Assim você não começa a acumular papéis inúteis novamente.

Encontre o local adequado para guardar o que restou (lembre-se dos 4 “montes”).

Os manuais do computador devem ficar em uma prateleira de seu escritório.

Os disquetes e CD-ROM nos compartimentos que acabou de comprar e próximos a seu computador.

Quanto a fotografias, enquadre-as e as pendure na parede.

Dica Importante: Separe pelo menos 15 minutos do seu dia para limpar sua mesa.

Categorias: 3-Gestão pela Qualidade, Dica de "Website", Dica de Leitura, Posts de Hélio Rocha, Programa 5 S, Programa 8 S, Qualidade de Vida

Dando continuidade ao post anterior (clique aqui) sobre a nova versão 2011 da ISO 19011 (Diretrizes para auditoria de sistemas de gestão) gostaríamos de apresentar uma “dica” de leitura sobre este assunto enquanto a versão em português ainda não foi publicada, ou seja, a futura ABNT NBR ISO 19011:2012.
Esta “dica de leitura” vem do nosso amigo e aliado, o Ronaldo Costa Rodrigues, fundador do WeBlog Qualiblog”, recentemente, o Ronaldo publicou 4 posts onde comenta o conteudo da versão 2011 da ISO 19011, segue os links destes 4 posts:
1.    ISO 19011:2011 – O que haverá de novo? (parte 1)
2.    ISO 19011:2011 – O que haverá de novo? (parte 2)
3.    ISO 19011:2011 – O que haverá de novo? (parte 3)
4.    ISO 19011:2011 – O que haverá de novo? (parte 4)
Muito obrigado, Ronaldo, por compartilhar seu conhecimento!

Dando continuidade ao post anterior (clique aqui) sobre a nova versão 2011 da ISO 19011 (Diretrizes para auditoria de sistemas de gestão) gostaríamos de apresentar uma “dica” de leitura sobre este assunto enquanto a versão em português ainda não foi publicada, ou seja, a futura ABNT NBR ISO 19011:2012.
Esta “dica de leitura” vem do nosso amigo e aliado, o Ronaldo Costa Rodrigues, fundador do WeBlog “Qualiblog”, recentemente, o Ronaldo publicou 4 posts onde comenta o conteudo da versão 2011 da ISO 19011, segue os links destes 4 posts:
1.    ISO 19011:2011 – O que haverá de novo? (parte 1)
2.    ISO 19011:2011 – O que haverá de novo? (parte 2)
3.    ISO 19011:2011 – O que haverá de novo? (parte 3)
4.    ISO 19011:2011 – O que haverá de novo? (parte 4)
Muito obrigado, Ronaldo, por compartilhar seu conhecimento!
Categorias: 3-Gestão pela Qualidade, Dica de "Website", Dica de Leitura, Formação de Auditores Internos, ISO 19011, Nossas Alianças Estratégicas, Posts de Hélio Rocha

A revista Vida Simples de abril de 2011 traz uma notícia muito motivadora denominada “Operação Lixo Zero”, no qual uma família inglesa nos mostra como é fácil estabelecermos um compromisso para com o nosso planeta Terra. Veja abaixo a notícia na integra.

1314417-vlargeVocê já parou para pensar em quanto lixo você produz por ano? A família Strauss, da cidade inglesa de Gloucestershire, parou – e percebeu que podia diminuir drasticamente a quantidade de resíduos que colocava na lixeira. Tanto que, durante todo o ano de 2009, eles conseguiram encher apenas uma latão grande com detritos produzidos. Decidiram então, ir além: zerar a produção de lixo. Para isto, trataram de radicalizar o mote: “reduzir, reciclar e reutilizar”. O casal e a filha de 10 anos terminaram 2010 com uma mera sacola de lixo.

A mensagem deles de que é possivel reduzir a quantidade de lixo ganhou o mundo graças ao MY Zero Waste, site onde eles dão dicas e promovem debates sobre o tema. “O impacto coletivo de todos fazendo a sua parte pode levar a uma mudança significativa e transformarmos totalmente nossa relação com nossos resíduos”, diz Rachelle, a mãe.

A experiência rendeu a eles um projeto de documentário que começa a ser gravado em abril.

Para 2011, o objetivo deles é ajudar outras pessoas a reduzir os dejetos. “E adoraríamos acumular menos que uma sacolinha de lixo em 2011”, espera ela.

www.myzerowaste.com

Fico à disposição de vocês!

Daniela de Matos

Email: daniela@essencialambiental.com.br

MSN: danidematos@pop.com.br

Consultora Ambiental – www.essencialambiental.com.br

Categorias: Dica de "Website", Dica de Leitura, Gestão Ambiental, Momento de Reflexão, Nossas Alianças Estratégicas, Posts de Daniela de Matos, Qualidade de Vida, Sustentabilidade

Dando continuidade ao post anterior no qual apresentamos o artigo do Sr. Carlos Alberto de Campos Salles, segue a segunda parte:

consultoriaPor que eu quero um Consultor? – Parte 2

Hoje é fato que todas as áreas tornaram-se enxutas e seus ocupantes multifuncionais. Por isso nem todas as expertises estão disponíveis na instituição. Quando sentimos a necessidade de buscar um consultor é preciso ter bem claro o que realmente queremos. Por outro lado, caberá ao bom consultor na primeira reunião entender, no todo ou em parte, quais são ou podem ser as necessidades da instituição. Em não havendo uma opinião formada sobre o que se deseja, é fundamental comunicar ao consultor que conta com ele para um ajudar na formulação de um pré-diagnóstico.

Contratar um consultor sem ter noção (por menor que seja) do que se deseja como produto a ser entregue é apostar que a última bala no gatilho atinja o alvo!

Outra questão é se perguntar “Precisamos realmente de um consultor? Não podemos resolver isso com recursos internos?” O desenvolvimento de um projeto por pessoal da própria instituição encurta caminhos no quesito “conhecimento do negócio”, porém, poder perder em competência técnica ou metodológica.

Leia mais clicando aqui »

Categorias: Dica de "Website", Momento de Reflexão, Nossas Alianças Estratégicas, Posts de Hélio Rocha

Neste ano, 2011, irei completar 16 anos, não de vida, mas 16 anos exercendo a profissão de consultor.

Iniciei esta jornada em uma década no Brasil onde não se sabia de forma correta qual seria o verdadeiro papel de um profissional com competência / experiência sem vinculo empregatício, ou seja, CLT. Naquela época se iniciou uma reflexão, no qual ainda esta viva nos dias de hoje: Ser ou Estar Consultor tem diferença?

Não é raro, em nossas visitas de apresentação dos nossos serviços em empresas interessadas em nossos serviços, “ler” na visionomia do nosso contato, um sinal de dúvida / interrogação sobre o que realmente a empresa esta realmente querendo com os nossos serviços de consultoria. Nesta situação, torna-se mais difícil conseguir “extrair” desta conversa as informações mínimas necessárias para elaborarmos uma proposta coerente!

Na semana passada, li um artigo, de autoria do renomado consultor, o Sr Carlos Alberto de Campos Salles, no qual apresenta de forma clara e com bastante experiência no assunto, o título do artigo é muito sugestivo: “Por que eu quero um consultor?”.

Entrei em contato com o autor deste artigo e solicitei a sua permissão para republicá-lo em nosso WeBlog, a resposta foi positiva, logo estou convidando a todos os consultores e empresários a lerem este artigo, a fim de facilitar o seu entendimento, iremos publica-lo em 2 partes, segue a 1ª parte:

Por que eu quero um Consultor? – Parte 1

brandingA prática de consultoria tem na experiência vivida e no conhecimento adquirido os requisitos essenciais para o atendimento eficaz das empresas clientes. Além da necessidade de uma boa dose de cultura geral, os conhecimentos específicos devem ser mantidos de forma atual e organizada e dirigidos para a área de especialização do consultor. Afinal o consultor é um especialista em um determinado assunto e seu produto é a venda de conhecimentos adquiridos.

Tempos atrás, a atividade de consultoria não passava nem perto das gerações formadas entre os anos 60 e 90. Essencialmente, foram gerações preparadas para atuar em instituições, sejam elas privadas ou públicas. Empreendedorismo não fazia parte de nenhuma grade escolar e consultoria é empreendedorismo. Mesmo porque, nessa época, consultoria era caro e praticamente só as grandes instituições as contratavam.

Leia mais clicando aqui »

Categorias: Dica de "Website", Momento de Reflexão, Nossas Alianças Estratégicas, Posts de Hélio Rocha

Planejamento estrategicoAlém de debater projeções sobre economia brasileira e perspectivas de seus diversos segmentos, a Business Round-Up da Amcham – São Paulo, nesta quinta-feira (6/10) contou com workshops para abordar as principais tendências para a condução dos negócios em 2011, aplicadas às áreas de Operações, Marketing e Gestão de Pessoas.

Operações

Pesquisa Amcham/Ibope aponta que as companhias pretendem aumentar suas capacidades produtivas e aperfeiçoar as operações no próximo ano. Para 51%, os investimentos em 2011 serão superiores aos efetivados em 2010 e, para 43%, os aportes serão no mesmo nível que os realizados no ano anterior. Leia mais clicando aqui »

Categorias: 1-Gestão Estratégica, Análise macroeconômico, Dica de "Website", Dica de Leitura, Planejamento Estratégico, Posts de Hélio Rocha, Tendências

amanha_0Quantas vezes escutamos de nós mesmos ou de colegas, fornecedores e inclusive amigos, diante de uma solicitação, a seguinte resposta: “amanha eu faço”. Pois bem, esta semana que recebi um artigo muito bem elaborado sobre este assunto no qual os autores são os Psicólogos Pedro H. G. Lima e Luís C. Fernandes da empresa Núcleo Psicologia.

Segue abaixo o conteúdo na íntegra:

Adiar a realização de uma tarefa é algo comum na vida das pessoas, para exemplificar esta questão basta responder a uma pergunta simples: quem nunca adiou o preenchimento da declaração de imposto de renda?

Embora pareça um traço da nossa cultura, deixar para amanhã não é uma exclusividade dos brasileiros, mas sim uma característica do ser humano que pode ser potencializada ou atenuada por fatores culturais e/ou educacionais.

Poucas pessoas podem dizer que nunca deixaram para depois alguma tarefa particularmente onerosa, seja física ou psíquica, mesmo tendo tempo de sobra para realizá-la.

Leia mais clicando aqui »

Categorias: 4-Gestão de Pessoas, Dica de "Website", Dica de Leitura, Formação de Líderes, Momento de Reflexão, Nossas Alianças Estratégicas, Posts de Gislaine Angelim Barbosa

O nosso amigo, Ronaldo Costa (Qualiblog) publicou um post extremamente importante sobre uma pesquisa formulada pela ISO com o propósito de obter um feedback juntos aos usuários existentes e potenciais da ISO 9001:2008. Com este canal de comunicação, a ISO poderá obter informações precisas sobre o que deve ser mudado ou não no conteúdo da versão 2008 da ISO 9001.

Clique aqui e acesse na integra conteúdo publicado pelo Ronaldo Costa no seu TOPBLOG, o Qualiblog!

Categorias: 3-Gestão pela Qualidade, Dica de "Website", ISO 9001, Nossas Alianças Estratégicas, Posts de Hélio Rocha, Upgrade da ISO 9001:2008

« Posts anteriores