CapturarOs fabricantes e importadores de Berços Infantis, através da Portaria Inmetro No 269/2011, tem um prazo até o dia 24/12/12 para buscarem a certificação compulsória de de seus produtos, caso contrário não conseguiram comercializar estes produtos no Brasil.

No inicio de julho deste ano, participamos de um evento desenvolvido pelo Centro Tecnológico do Mobiliário SENAI-RS e Inmetro, no município de Bento Gonçalves / RS.

Cerca de 200 pessoas, representando de forma significativa o segmento moveleiro que produz / importa berços infantis estavam presentes neste evento!

Neste evento, tivemos condições de receber de forma clara e objetiva as orientações do propósito desta certificação compulsória, principalmente o passo a passo que deve ser seguido para que os fabricantes e importadores conquistem a certificação compulsória dos berços infantis (conforme descrito na Portaria Inmetro No 269/2011), assim como as exigências necessárias a nível de ensaios laboratoriais (conforme as Normas ABNT NBR 15860:2010 – Partes 1 e 2).

Maiores informações sobre como atender as exigências da Portaria Inmetro No 269/2011 e das Normas ABNT NBR 15860:2010 – Partes 1 e 2 podem ser esclarecidas acessando as duas apresentações deste evento, clicando nos dois hiperlinks abaixo:

A Simples Soluções possue plenas condições de auxiliar os fabricantes e importadores de Berços Infantis na certificação compulsória exigida por esta portaria e normas.

Entrem em contato conosco através do e-mail sac@simplessolucoes.com.br para buscarem maiores informações sobre este serviço.

Categorias: Certificação de Berços Infantis, Certificação de Produtos, Nossas Alianças Estratégicas, Posts da Fernanda Daniele Rusch, Sistema 5 - ISO Guia 28, Sistema 7 - ISO Guia 28

CapturarA 29ª ABRIN – Feira Brasileira de Brinquedos será concluída hoje, dia 11/04/12, em São Paulo / SP.

Terceira maior feira de brinquedos do mundo e a maior da América Latina, a ABRIN reúne os mais expressivos fabricantes nacionais de brinquedos, puericultura e afins. Promovida pela ABRINQ – Associação Brasileira de Brinquedos e FRANCAL FEIRAS, acontece anualmente, no primeiro semestre e promove o lançamento de novos produtos que aquecem as vendas do setor durante o ano todo.

Neste ano, 175 expositores participaram deste evento, sendo que 4 clientes da Simples Soluções!

Apoiado em estatísticas e números colecionados ao longo dos anos, o presidente da ABRINQ (Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos), Synésio Batista da Costa, comentou sobre a importância do setor para a economia brasileira, que em 2011, mesmo em tempos de crise europeia, vendeu R$ 3,8 bilhões em brinquedos; um crescimento de 11%, que contrasta com a queda de 1,4% nas vendas do mercado mundial.

Outro fato ressaltado pelo presidente da Abrinq foi o crescimento de 22% da Fundação Abrinq nos últimos 7 anos, mesmo sem recursos do Governo. Atualmente, a entidade atende a 325 mil crianças com programas e projetos sociais.

Categorias: 1-Gestão Estratégica, 3-Gestão pela Qualidade, Análise macroeconômico, Buscando clientes, Certificação de Brinquedos, Certificação de Produtos, Nossos Clientes, Posts de Hélio Rocha, Sistema 4 - ISO Guia 28, Sistema 5 - ISO Guia 28, Sistema 7 - ISO Guia 28

Vantagem-competitiva-pic[3]Atualmente os consumidores estão mais exigentes na hora da compra. Antes o  principal  fator  diferencial  era  o  preço. No  entanto,  alterações  na  economia,  nas relações  do  mercado,  e  a  difusão  da  informação  transformaram  não  apenas  os negócios, mas o relacionamento entre consumidor, produto e  fabricante.

Percebendo  isto, muitas  empresas  têm  adotado  a  qualidade  como  caminho para a sobrevivência da organização. E qualidade em  todos os aspectos,  incluindo finanças, venda pessoal, manutenção, gerenciamento, produção e serviços. O  foco é no sistema como um todo e não apenas na linha de produção.

No  setor  de  brinquedos,  vemos  as  indústrias  brasileiras  inseridas  num mercado  dinâmico  buscando  maximizar  a  satisfação  e  confiança  do  consumidor final. Com a expansão mercadológica e concorrência dos brinquedos importados, as indústrias  de  brinquedos  precisam  retomar  a  participação  no  meio,  através  de mecanismos  da  qualidade  que  as  auxiliarão  a  impulsionar  o  comércio  nacional  e manterem-se com vantagens competitivas.

Leia mais clicando aqui »

Categorias: 1-Gestão Estratégica, 3-Gestão pela Qualidade, Certificação de Brinquedos, Nossas Alianças Estratégicas, Planejamento Estratégico, Posts de Laíz Lopez dos Santos, Sistema 4 - ISO Guia 28, Sistema 5 - ISO Guia 28, Sistema 7 - ISO Guia 28, Tendências

Capturar

A ABRIN 2011, maior feira nacional de Brinquedos, inicia hoje (13/04/2011)!

Serão mais de 1.500 lançamentos em brinquedos em geral, educativos e pedagógicos, puericultura  leva e pesad, jogos eletrônicos, pelúcias, miniaturas, fantasias e outros artigos.

A feira representa um dos mais dinâmicos setores da economia nacional, com um parque fabril formado por 508 fábricas que geram mais de 24 mil empregos diretos e indiretos (Dados de 2010 – Fonte: ABRINQ – Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos). A feira movimenta pelo menos 30% do volume anual de negócios da indústria – ou seja, mais de R$ 1 bilhão.

Nosso cliente, a Indústria de Brinquedos Junges Ltda. estará presente novamente neste evento, sendo sua terceira participação consecutiva!

logo da Brinquedos JungesA Brinquedos Junges, tradicional (desde 1963) fábrica de brinquedos de madeira estará mostrando seus lançamentos, buscando também ao longo desta semana uma maior interação com a sua rede de representantes distribuídos em todas as regiões / estados da federação.

Visite o stand da Brinquedos Junges localizado na Rua 7/L/M e aproveite para conhecer os lançamentos de 2011!

Categorias: 3-Gestão pela Qualidade, Certificação de Brinquedos, Nossos Clientes, Posts de Hélio Rocha, Sistema 4 - ISO Guia 28, Sistema 5 - ISO Guia 28, Sistema 7 - ISO Guia 28

imagesA Portaria 321/09, utilizada até o momento para a certificação de brinquedos, foi revisada pela Portaria 117/11 publicada no Diário Oficial da União em 14/03/2011. O objetivo da nova portaria é o aperfeiçoamento de Micro Pequenas Empresas (MPE) e Artesãos no atendimento aos requisitos do Sistema 4 (Modelo de Certificação de Tipo e Ensaio de Amostras Coletadas no Comércio e na Fábrica ou Depósito), estando as atuais exigências mais adequadas a realidade destas empresas.

Esta nova portaria estabelece:

  • Somente poderão certificar pelo Sistema 4, Micro Pequenas Empresas (MPE) e Artesãos enquadrados na Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006, exceto importadores, distribuidores e comerciantes. De forma que comprovem sua classificação juntamente com Contrato Social citando no objeto a descrição de suas atividades e Cartão CNPJ. Os Artesãos devem apresentar ao OCP documento comprobatório em relação a sua classificação como Artesão e especificação da atividade;
  • Independente do número de produtos de uma família será coletado apenas 01 pai para representar o grupo. Antes, um grupo superior a 10 produtos na família era necessário a amostragem (coleta aleatória) de 20% de produtos;
  • A classificação da família de pelúcia ou produtos feitos em pano está mais criteriosa, levando em consideração aspectos internos e externos;
  • A validade do certificado para MPE e Artesão é de 24 meses (dois anos);
  • Os ensaios de confirmação serão realizados a cada 12 meses (um ano), e;
  • Para o tratamento de reclamações não é necessário uma avaliação presencial. Este requisito poderá ser avaliado mediante a apresentação do documento de tratamento de reclamações, o qual fornecerá orientações para o processo de tratamento de reclamações sobre os produtos, incluindo planejamento, projeto, operação, manutenção e melhorias.

Leia a portaria na íntegra e nos contate caso necessite de algum esclarecimento.

Portaria 117/11: http://www.inmetro.gov.br/legislacao/rtac/pdf/RTAC001677.pdf

Estamos à inteira disposição a quem possa interessar! Até a próxima!

Laíz Lopez dos Santos

Consultora Técnica

laiz.lopez@phortion.com

Categorias: 3-Gestão pela Qualidade, Certificação de Brinquedos, Nossas Alianças Estratégicas, Posts de Laíz Lopez dos Santos, Sistema 4 - ISO Guia 28, Sistema 5 - ISO Guia 28, Sistema 7 - ISO Guia 28

Publicada no jornal e no site de O Globo, neste domingo, 19 de dezembro, a coluna Defesa do Consumidor decidiu ir até os laboratórios do Inmetro, em Xerém / RJ, e desvendar o que está por trás do selo de avaliação da conformidade do instituto que estampa brinquedos.

laboratórioO Inmetro tem seis organismos e quatro laboratórios acreditados no Brasil e um em Hong Kong para testes de brinquedos. Mas o Instituto também tem, em seu Campus, laboratórios capazes de fazer ensaios para pesquisa e controle, como os de ruído, análise química (como a presença de ftalatos) e de metais pesados (como chumbo e mercúrio).

Mas, por trás do selo, há muito mais do que ensaios, destaca o diretor substituto da Divisão da Qualidade do Inmetro, Paulo Coscarelli. “Há pesquisa de padrões da qualidade e segurança praticados mundo afora, muito conhecimento colocado em prática.

A certificação vai além dos testes de ruído, químicos e mecânicos. Vai até a verificação do processo nas fábricas. E a questão do brinquedo é tão importante que está havendo um esforço de busca de harmonização dos padrões internacionais, já que os produtos são globalizados”, afirma Coscarelli.

Leia a matéria (clique) do Jornal O Globo, com vídeo.

Categorias: 3-Gestão pela Qualidade, Certificação de Brinquedos, Certificação de Produtos, Dica de Leitura, Nossas Alianças Estratégicas, Posts de Laíz Lopez dos Santos, Sistema 5 - ISO Guia 28, Sistema 7 - ISO Guia 28

Hoje, dia 08/11/2010, a Brinquedos Junges estava em festa, novamente!

Novamente, pois seu Sistema de Gestão pela Qualidade baseado no Sistema 5 foi recertificado pelo IQB (Instituto Brasileiro de Qualificação e Certificação) considerando as novas exigências da Portaria 321 do INMETRO (vide aqui). A auditoria foi conduzida pelo competente e experiente auditor, o Sr. Sérgio Augusto Xavier.

Ainda neste ano, em julho de 2010, tivemos a oportunidade de auxiliar nesta conquista (vide post anterior).

Gostaríamos de agradecer à todos que demonstraram o seu PIC, novamente para com este projeto, ou seja:

  • Sócios;
  • Colaboradores (funcionários), e;
  • Equipe técnica do IQB (Instituto Brasileiro de Qualificação e Certificação)

Slide1Slide2

Slide3

Acesse através dos links abaixo, os outros post já publicados deste nosso cliente:

Categorias: 3-Gestão pela Qualidade, Buscando clientes, Certificação de Brinquedos, ISO 9001, Organismos Certificadores, Posts de Hélio Rocha, Sistema 5 - ISO Guia 28, Sistema 7 - ISO Guia 28

De acordo com a Portaria 152, de 30/04/2010, os Organismos de Certificação de Produtos (OCP) poderão manter seus procedimentos para certificação de brinquedos até 29/10/2010, portanto você que é artesão, fabricante ou importador que ainda não se adequou, faltam menos de 30 dias para priorizar o que está alinhado à razão de existir de sua organização e deixar para trás a velha rotina.

Desde 2007, ações foram tomadas para resguardar as crianças e evitar em território nacional escândalos com produtos que, como já aconteceu, apresentaram riscos à saúde.

Até os dias de hoje a avaliação da conformidade vem sendo reavaliada pelo INMETRO para orientar fabricantes e importadores à eficácia, qualidade e atendimento às necessidades do consumidor. Tendo em vista o cenário competitivo que as organizações estão inseridas, é importante esta orientação a fim de armar o país para o futuro.

A nova Portaria 321, que passa a vigorar em 29/10/2009, traz alguns ajustes à avaliação da conformidade para “brinquedos”, substituindo as Portarias 326, de 24/08/2007 e 376, de 05/10/2007 e anexo V da Portaria 108, de 13/06/2005.

Leia mais clicando aqui »

Categorias: 3-Gestão pela Qualidade, Buscando clientes, Certificação de Brinquedos, Certificação de Produtos, Nossas Alianças Estratégicas, Posts de Laíz Lopez dos Santos, Sistema 5 - ISO Guia 28, Sistema 7 - ISO Guia 28